Rui defende CPI para investigar suposta corrupção no Ministério da Educação e diz: ‘Tudo precisa ser apurado com rigor’


 O governador Rui Costa (PT) defendeu, nesta terça-feira (28), a abertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar suposta corrupção e tráfico de influência no Ministério da Educação. “Eu acho que isso precisa ser apurado com rigor. Tudo precisa ser apurado com rigor. Essa história de cobrança para se ter escolar, para se ter creche, ter que pagar barra de ouro, pastor envolvido no meio. Eu não gosto – todos conhecem a minha opinião – quando se mistura política e religião. Acho que é indevida, inadequada a mistura. Acho que religião tem a ver com valores da fé, que transcende qualquer coisa momentânea,temporária, conjuntural, que diga respeito a política. Não gosto desse envolvimento”, disse Rui, durante o seu programa “Papo Correia”, transmitido nas redes sociais digitais. A oposição conseguiu nesta terça-feira protocolar o requerimento para a abertura da CPI. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), no entanto, ainda precisa autorizar a abertura para dar início às investigações. Metro1