Pré-candidato ao governo baiano, João Roma propõe o fim de duas secretarias: ‘Cria confusão e jogo de empurra’; veja

 


O pré-candidato ao governo baiano e ex-ministro da Cidadania, João Roma (PL), disse que as secretarias de Agricultura e do Desenvolvimento Rural criam “confusão” e “jogo de empurra” das responsabilidades do governador Rui Costa (PT) com o agronegócio do estado. A afirmação e crítica para a gestão petista foi feita em visita realizada ontem (10) à zona rural de Rafael Jambeiro.

De acordo com João Roma, que tem feito ofensivas pelo eleitorado da zona rural e do semiárido baiano na corrida pelo governo, a solução seria acabar com as duas pastas estaduais e criar a chamada Secretaria do Semiárido.

“Hoje a atuação das duas secretarias, uma de Agricultura e outra do Desenvolvimento Rural, cria confusão e jogo de empurra por meio de uma teoria que o PT gosta muito, a transversalidade. Queremos tratar as questões do campo em sua integralidade. Eu desenvolvo também atividade rural e sei que grandes e pequenos produtores trabalham juntos”, disse o pré-candidato.

A tentativa de João Roma em reforçar a sua imagem eleitoral na zona rural ocorre em meio os resultados da recente pesquisa para o governo baiano, na qual aparece atrás dos pré-candidatos ACM Neto (UB) e Jerônimo Rodrigues (PT). O braço direito de Bolsonaro na Bahia aparece apenas com 10% dos votos. BNewsFoto: Isac Nóbrega/PR