Decisão de Coronel sobre CPIs deve sair até dia 31; governo aguarda antes de novos pedidos



Vai ficar ainda para o fim deste mês a entrega dos pareceres da Procuradoria da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) sobre os pedidos de abertura das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) da Barra e da Arena Fonte Nova, protocolados pela bancada governista e a oposição, respectivamente segundo informações do Bahia Notícias.


O prazo inicial dado pelo presidente da Casa, Angelo Coronel (PSD), era a quarta-feira da semana passada, mas foi mudado, segundo ele, para que haja mais tempo de se formular decisões fundamentadas. Anteriormente, os pareceres seriam confeccionados apenas pelo procurador-geral Graciliano Bonfim.



No entanto, Coronel pediu que todos os procuradores da Assembleia Legislativa se debruçassem sobre os casos. Em posse dos documentos, cabe a ele decidir se instala, ou não, as CPIs. “Eu disse que queria que todos os procuradores fossem ouvidos para ter uma decisão colegiada. Quero seja levantada toda a jurisprudência e fatos dessa natureza, para não ficar com decisão monocrática, por parte do procurador”, explicou o presidente ao Bahia Notícias.


Enquanto a decisão de Coronel não sai, a base governista fica em compasso de espera para começar a colher assinaturas com o objetivo de protocolar outros dois pedidos de CPI contra o prefeito ACM Neto (DEM). De acordo com o líder da bancada, Zé Neto (PT), a ordem é não se precipitar e aguardar para saber se o social-democrata vai abrir, ou não, as comissões que já têm em mãos.



“Elas já estão prontas e vou aguardar qual vai ser a decisão da Assembleia. Sou contra ficar fazendo espuma nesse caso. Vamos avaliar com calma o que vem pela frente”, afirmou. O objetivo das possíveis novas CPIs do governo é apurar supostas ilegalidades nos setores da educação e da saúde municipais.