Após incidente, Ângelo Coronel cria projeto de lei para brigada de incêndio no CAB


Durante coletiva de imprensa, realizada no domingo (29), para dar as primeiras informações sobre o incêndio que atingiu o pavilhão três da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o presidente da Casa, Ângelo Coronel (PSD) revelou que desenvolveu um projeto de lei para instaurar uma brigada de incêndio no CAB devidos aos incidentes já ocorridos.

"Esperamos que seja aprovado para que o Corpo de Bombeiros se instale aqui em medida de urgência. Ao longo das décadas, vários incêndios já ocorreram aqui. Pensando rápido aqui, lembro de dois no Tribunal de Justiça, dois na Secretaria de Educação e uma na Secretaria de Justiça, se não me falha a memória", enumerou.

A ideia é que o projeto seja aprovado já em agosto. "A reforma iria trocar toda a cobertura de fibra que é um material muito inflamável. As divisórias de fibras têm mais de 50 anos, a rede elétrica seria trocada já que tem muita sobrecarga com instalação de novos computadores e ar-condicionados. A realidade de 50 anos atrás não é a mesma de hoje. Então, seria feito toda essa readequação que foir ealizada nos outros andares. ", explicou.

Durante a conversa, o comandante Telles, do Corpo de Bombeiros, ressaltou que o fogo trouxe apenas prejuízos materiais. "Acreditamos não ser um montante elevado devido à dimensão e tamanho do prédio". Por fim, destacou que a agilidade com que a equipe trabalhou se deu por um trabalho conjunto anterior com a própria Assembleia.

"Tínhamos água em abundância em razão desse trabalho que se iniciou com o Coronel. Conseguimos ajustar para que os hidrantes estivessem em pleno funcionamento" segundo informações do Bahia Notícias.