Ser 'candidato de Lula' turbina nome de Fernando Haddad, diz pesquisa de corretora


Nos levantamentos em que o nome de Fernando Haddad (PT) é citado como candidato de Lula (PT) à presidência da República, o ex-prefeito de São Paulo ganha cerca de dez pontos percentuais em relação ao cenário em que seu nome não é atrelado ao ex-presidente. Haddad foi anunciado no domingo (05), como vice na chapa encabeçada pelo ex-presidente.

Apesar de ter sido oficializado como candidato do PT no último sábado (4), Lula está inelegível em função da condenação em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no processo do tríplex. Em setembro, Haddad deverá assumir a cabeça de chapa caso o PT não consiga reverter a inelegibilidade de Lula junto ao TSE.

A transferência de votos de Lula para Haddad foi testada em pesquisas encomendadas pela corretora XP e realizadas, semanalmente, pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe). Os levantamentos são destinados a investidores do mercado financeiro. A pesquisa, registrada no TSE, ouviu 1.000 pessoas por telefone entre os dias 30 de julho e 1º de agosto. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.