Em discurso da vitória, Bolsonaro reafirma 'liberdade' e 'democracia' como valores


O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou em seu discurso da vitória, como batizou o primeiro pronunciamento à imprensa, os valores de “liberdade” e “democracia”. “Podem ter certeza que trabalharemos para manter a liberdade. Liberdade é um princípio fundamental, ir e vir, andar nas ruas, de empreender, liberdade política e religiosa, de formar e de ter opinião, de ter escolhas e de ser respeitado por elas”, defendeu o capitão da reserva.

A fala foi antecedida por uma oração conduzida pelo senador Magno Malta (PR-ES). “Acredito na capacidade do povo brasileiro, que podemos juntos construir um futuro melhor. Governo que crie condições para que todos cresçam. O governo federal vai dar um passo para trás, cortando privilégios. Nosso governo vai quebrar paradigmas”, garantiu Bolsonaro, ao falar sobre um governo “constitucional e democrático”.

“O governo federal vai dar um passo para trás, cortando privilégios. Nosso governo vai quebrar paradigmas. O governo respeitará de verdade a federação. As pessoas vivem nos municípios, então o dinheiro vai para os estados e municípios. Precisamos de mais Brasil e menos Brasília. Muito do que estamos fundando no presente, colheremos no futuro”, prometeu o presidente eleito, citando o cumprimento do pacto federativo com mais recursos para estados e municípios.

Bolsonaro frisou, em mais uma oportunidade, que garantirá a liberdade e a democracia. “Não existem brasileiros do Sul ou do Norte, somos todos um só país, uma só nação”, assegurou. Questionado sobre o momento pós-eleição, o presidente eleito falou em “pacificar o Brasil” sob a Constituições e as leis. “Somos um grande país e agora vamos juntos transformar esse país em uma grande nação”, completou. Minutos antes, Bolsonaro usou as redes sociais para se pronunciar pela primeira vez como presidente eleito