Haddad volta a apelar por gesto de Ciro Gomes; pedetista vai reavaliar posição

25 de Out // Foto: Roosewelt /Agência Brasil | Eleições 2018
A três dias do segundo turno das eleições 2018, Fernando Haddad (PT) fez mais um apelo à direção do PDT em busca de um apoio mais enfático de Ciro Gomes (PDT). Derrotado no primeiro turno, o pedetista até destacou que está contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) e seu partido declarou apoio crítico ao PT, mas Ciro decidiu viajar, se mantendo afastado da campanha de Haddad segundo o blog Painel da Folha.

O presidenciável petista ligou para o presidente do PDT, Carlos Lupi, nessta última quarta-feira (24), e clamou pela unidade das siglas de esquerda, citando os riscos à pauta progressista e a importância de um apoio mais direto do PDT. Ciro, que chega da Europa nesta próxima sexta-feira (26), vai avaliar um novo posicionamento, de acordo com a publicação.

No primeiro turno da eleição, o pedetista ficou em terceiro lugar, com 12,47% dos votos válidos. Assim, Haddad classificou um apoio direto de Ciro como crucial para uma virada no resultado da eleição, embora tenha crescido na última pesquisa Ibope, o candidato do PT ainda aparece atrás de Bolsonaro. O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, continua como líder na disputa eleitoral do segundo turno contra Fernando Haddad.

De acordo com pesquisa Ibope divulgada na noite desta terça-feira (23), ele tem 57% dos votos válidos, contra 43% do seu adversário. Na pesquisa anterior do instituto, Bolsonaro tinha 59% e Haddad, 41% dos votos válidos. O Ibope entrevistou 3010 eleitores em 208 municípios entre o último domingo (21) e esta terça (23). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95. O levantamento foi protocolado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o registro BR?07272/201