Poucas propostas e ataques ao governo do estado marcam primeiro bloco do debate

Terça, 02 de Outubro de 2018 - 


por Jade Coelho
Poucas propostas e ataques ao governo do estado marcam primeiro bloco do debate
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O governador e candidato à reeleição Rui Costa (PT) foi o principal alvo no primeiro bloco do debate dos candidatos ao governo do estado da TV Bahia, nesta terça-feira (2). O embate principal aconteceu na primeira rodada em que o candidato Zé Ronaldo (DEM) questionou o governador Rui Costa (PT) sobre segurança pública, acusando o candidato à reeleição de fazer propaganda e não falar sobre o que chamou de “epidemia de violência”.  Rui se defendeu afirmando que a violência é um problema enfrentado em todo os país e criticou a legislação, que segundo ele, “só favorece aos bandidos”.  

O candidato do MDB, João Santana, alfinetou os adversários ao dizer que os demais candidatos estavam fugindo do real objetivo do debate que, de acordo com ele, é a discussão dos problemas do estado e suas respectivas soluções. “Estou estupefato com as pessoas aqui, elas estão mais preocupadas em fazer propaganda de seus candidatos do que analisar, discutir e apresentar propostas para os problemas da Bahia”, disse.

Marcos Mendes (PSOL) atacou Rui ao responder uma pergunta de João Santana. Mendes criticou o governador ao falar sobre o salário e benefícios dos servidores estaduais. O candidato do PSOL acusou o governo do estado de não fazer reajustes durante os quatro anos de gestão.

Durante o primeiro bloco, o ex-prefeito de Salvador, João Henrique (PRTB), assumiu um posicionamento mais pacífico e usou parte do seu tempo de resposta para fazer propaganda do candidato que o PRTB apoia para presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL).