Último bloco do debate é marcado por ataques, agradecimentos e pedidos de votos

Quarta, 03 de Outubro de 2018 -


por Jade Coelho
Último bloco do debate é marcado por ataques, agradecimentos e pedidos de votos
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias


No último bloco do debate da TV Bahia, nesta terça-feira (2), os candidatos ao governo do estado fizeram suas considerações finais. O tempo disponível foi utilizado pelos postulantes ao Executivo da Bahia para alfinetar e criticar os adversários e pedir votos, tanto para os próprios candidatos, como também para os outros colegas de chapa. Confira os pontos centrais das considerações finais de cada um:



Rui Costa (PT) foi o primeiro a falar, o governador se dirigiu aos eleitores e agradeceu o apoio durante a campanha e o reconhecimento do trabalho realizado por ele durante a crise. Rui aproveitou a oportunidade para pedir votos para Fernando Haddad (PT) defendendo que o Brasil precisa “retomar a credibilidade”. O candidato à reeleição também usou os seus dois minutos para pedir votos para a chapa majoritária e prometeu “continuar no mesmo ritmo de trabalho”.



O segundo a fazer as considerações finais foi João Henrique (PRTB). O candidato começou agradecendo a Deus, a esposa e filhos e aos integrantes da sua chapa, que ele chamou de “time de Bolsonaro na Bahia”. O ex-prefeito de Salvador afirmou ainda querer fazer pelo estado o “mais do que fez para Salvador” e pediu desculpas pelos erros cometidos na gestão da capital baiana.



Durante a sua oportunidade, João Santana (MDB) disse que no próximo domingo (7) os baianos vão decidir “entre mentira e verdade, entre o governo virtual e a esperança de mudar a realidade”. O candidato prometeu ainda agir na agricultura e no turismo e nos segundos finais agradeceu a mulher e filhos, e pediu votos para os integrantes da sua coligação.



Marcos Mendes (PSOL) alfinetou os adversários afirmando que ele não teriam respondido as perguntas feitas por ele. O candidato criticou a administração estadual e a atuação na Educação, saúde, segurança pública e valorização dos servidores públicos. Mendes também chamou atenção das eleitoras para o fato da chapa de Rui Costa ser formada por homens e nos últimos segundos pediu votos para os candidatos do PSOL nacional e estadual.



O candidato Zé Ronaldo (DEM) foi o último a falar e começou afirmando que as promessas do governador “são antigas e assunto requentados”. O democrata também agradeceu o carinho das pessoas nos munícipios que visitou durante a companha, falou do caráter dos candidatos ao Senado, agradeceu a família, ao prefeito de Salvador ACM Neto e aos demais integrantes da coligação. Por fim, o ex-prefeito de Feira de Santana defendeu o voto para derrotar o PT, o voto útil e deixou subentendido o apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro.