CDH cria comissão externa para avaliar condições de saúde de Lula na sede da Polícia Federal

22 de Nov // Brasil247 | Política
A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou a formação uma Comissão Temporária constituída por doze parlamentares para avaliar as condições físicas e psicológicas do ex-presidente Lula no cárcere da sede da Polícia Federal em Curitiba. Segundo a presidente da CDH, senadora Regina Souza (PT), o requerimento do senador Paulo Rocha (PT) para a criação da comissão externa foi apresentado na quarta-feira (14).

Nesse dia, Lula prestou depoimento à Gabriela Hard - juíza que substituiu Sérgio Moro após este aceitar o convite para ser o ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro (PSL) - no processo relacionado a um sítio localizado em Atibaia no interior de São Paulo. O requerimento ainda será analisado em plenário e não há data definida para a realização da visita.

"Existe uma preocupação com Lula, não apenas por tudo que representa, mas pela sua idade. Consideramos necessária a visita após a divulgação das imagens do depoimento. Precisamos verificar a real situação do ex-presidente", destacou o Twitter de Lula. A preocupação com a saúde e as condições psicológicas de Lula aumentaram depois depois das cenas do depoimento, no qual o ex-presidente foi tratado com virulência pela juíza.