Vendedor flerta com Ana Maria Braga na TV: 'Se gosta de gordinho, a gente casa'

22 de Nov // Purepeople | Entretenimento
Discreta em relação à vida amorosa, Ana Maria Braga foi paquerada pelo vendedor de churrasquinhos Zé Abílio ao vivo no "Mais Você" da manhã desta quinta-feira (22). "Já que você gosta de um gordinho, talvez a gente até casa. Não sei como você está... A gente tem que fazer um agradinho", disparou, surpreendendo a âncora. A apresentadora entrou na brincadeira e disse que ia distância ia ser um empecilho para a relação.

"Não posso mudar pra Goiânia". "Eu venho pra cá. Venho a nado", garantiu o comerciante segundo informações do Purepeople. Louro José, alvo de rumores de briga com Ana Maria, alertou a apresentadora que os internautas estavam torcendo pelos dois: "Está rolando uma campanha nas redes sociais, Zé e Ana". "Já pintou o clima, gente!", comemorou Zé Abílio.

"A coisa mais importante para a relação dar certo é o bom humor", elogiou Ana Maria. Na hora de se despedir, o comerciante retribuiu a declaração: "Era para te dar um beijinho nem que fosse no rosto. Eita mulher cheirosa!", disse ele. Em meio ao tratamento contra câncer de mama, Ana Furtado participou do matinal e emocionou Ana Maria. "A gente contando assim parece só uma cronologia para quem não passou o dia a dia que ela passou".

"Achei bonito que ela dividiu com os seguidores dela, na rede social, a superação. A gente sabe o quanto é difícil a etapa da quimioterapia", disse a loira. A mulher de Boninho disse que Ana foi uma das primeiras a saber da sua doença: "Eu a escolhi não por acaso, mas pra mim, ela é uma mulher muito especial e sabia que, naquele momento, me daria a força que eu precisava, conselhos e a paz que eu precisava. Exatamente por você ser tão guerreira".

"Desculpa! Mas é que falando assim vem na minha cabeça uma história do que isso significa, o sentimento que isso traz e o quanto eu aprendi, realmente. Então é um choro de felicidade por estar aqui com você, um agradecimento meu por também estar aqui, poder receber você e entendendo o que significa isso na cabeça de qualquer pessoa porque a gente é igual a todo mundo", explicou Ana Maria.