Jaques Wagner diz que juíza substituta segue ‘mesmo padrão de Moro’ na Lava Jato

23 de Nov // Foto: Ailma Teixeira / Bahia Notícias | Política
Ao comentar a operação “Sem Fundo” da Polícia Federal, o ex-governador da Bahia e senador eleitor Jaques Wagner (PT) afirmou que a juíza Gabriela Hardt, que substituiu Sérgio Moro no processo da Lava Jato, segue o “mesmo padrão” do futuro ministro da Justiça segundo o Bahia Notícias. Hardt autorizou a ação desta sexta-feira (23) da PF que apura suposto superfaturamento na sede da Petrobras em Salvador.

“Não vou fazer juízo de valor. Se a operação aconteceu [hoje], foi preparada antes. Prefiro esperar o que vai ser noticiado para comentar. Mas continua seguindo o mesmo padrão do Moro, da Lava Jato como um todo, de prender primeiro e explicar depois”, afirmou durante entrega pelo governador Rui Costa do primeiro trecho da Avenida 29 de Março.

Wagner ressaltou, ainda, que desconhecia detalhes da operação. “Só sei o que saiu na imprensa até agora”, afirmou. Segundo o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, que firmou acordo de colaboração premiada, o ex-governador da Bahia recebeu recursos desviados da Petrobras na construção da sede para campanha de 2006. Em entrevista coletiva no Paraná, os investigadores negaram a participação de Wagner na operação desta sexta.