Morre regente vítima de batida na BR-116; número de mortos sobe para seis

26 de Nov // G1 | Acidente
O regente de fanfarra Marcos Silva Brito, uma das vítimas da batida entre um ônibus e uma carreta na BR-116, morreu na noite de domingo (25), no Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana. Com Marcos, o número de mortos do acidente subiu para seis. Doze pessoas seguem internadas em hospitais da região. A informação é do prefeito de Euclides da Cunha e foi confirmada pela Sesab nesta segunda (26).

Marcos seguia no ônibus escolar que transportava estudantes com idades entre 14 e 25 anos para Euclides da Cunha, com destino a um concurso de fanfarras em Antônio Cardoso, cidade vizinha a Feira. De acordo com o prefeito de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro, a prefeitura decretou luto oficial de três dias por conta do acidente.

Além disso, os expedientes nos setores municipais e nas escolas da cidade foram suspensos nesta segunda. Os velórios estão sendo realizados na Câmara de Vereadores e os sepultamentos estão previstos para o final da tarde. Pinheiro divulgou, ainda, o nome dos outros mortos no acidente que seguiam no ônibus. São eles: Rodrigo Carvalho Brandão da Silva, Jeferson Conceição dos Santos, Rafael José da Silva Souza e Fernando Andrade de Almeida.

Conforme detalhou a Sesab, 33 pessoas foram vítimas do acidente. Três morreram na estrada, dois no Hospital de Santa Bárbara e um no Clériston Andrade, ainda no domingo. Do total de sobreviventes, 6 foram atendidos no hospital municipal de Santa Bárbara e 17 no Clériston Andrade. Na unidade de Feira de Santana, 6 já receberam alta, mas 11 permanecem internados.

A Sesab informou ainda que a equipe médica do Hospital Estadual da Criança (HEC), também localizado em Feira de Santana, atendeu 4 vítimas do acidente. Dessas, três já receberam alta, restando apenas um paciente internado. A batida entre um ônibus escolar e uma carreta ocorreu na manhã de domingo, no km-382 da BR-116, trecho de Santa Bárbara, cidade a cerca de 150 km de Salvador.