‘Voo foi fretado e o aeroclube sabia’, desabafa pai de piloto morto com o cantor Gabriel Diniz em Sergipe

O pai do piloto Gabriel Abraão Farias disse em entrevista à TV Gazeta nesta terça-feira (28) que o cantor Gabriel Diniz não pegou carona no avião, como havia sido informado anteriormente pelo Aeroclube de Alagoas, mas que ele fretou o voo para Maceió, segundo informações do G1.
“Ele saiu daqui [Maceió] do aeroclube pra Salvador. Lá ele arrumou um hotel para meu filho e o copiloto ficarem. Quando terminou o show, eles iam retornar pra cá. Mas não teve carona, o voo foi fretado e o aeroclube sabia. A aeronave estava em dia e o piloto também”, desabafou.
O piloto, o músico e o copiloto Linaldo Xavier Rodrigues morreram após a queda da aeronave em Estância (SE), na segunda (27). Os corpos dos pilotos estão em Alagoas para velório e sepultamento. O corpo de Gabriel Diniz está sendo velado em João Pessoa, na Paraíba, onde será sepultado.
Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), informou que o avião estava em situação regular: com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até fevereiro de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até março de 2020. Porém, a aeronave só estava autorizada a fazer voos de treinamento ou de instrução, que era proibida para o táxi aéreo.

Nenhum comentário