PREFEITURA OFERECE CURSO DE RECEPCIONISTA PARA MACEDENSES



Qualificar para o mundo do trabalho! A partir desta semana, 20 macedenses inscritas no curso de Recepcionista de Hotel passarão a ter aulas diárias e irão se preparar para chegar mais aptas ao ambiente profissional. O curso é promovido pela Prefeitura de Dom Macedo Costa, em parceria com o Governo do Estado, Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Renda (SETRE), por meio do Programa Qualifica Bahia.


A aula inaugural contou com a participação do prefeito Guito Piton, que falou sobre a necessidade de formação profissional para se enfrentar o momento de perdas de oportunidades em que se encontra o país. “O nosso anseio, desde quando assumimos a gestão, é possibilitar a geração de emprego e renda, e não tem outro caminho para isso a não ser a qualificação”, destacou Guito, ao lado da secretária municipal de Cultura, Iêda Nogueira.


O curso, que tem 240 horas de carga horária, acontece à noite, de segunda a sexta-feira, na Escola Municipal Maria Bernadete. “Neste curso elas vão aprender o atendimento de qualidade, como se comportar em uma entrevista, questões gerais de informática, matemática, português e inglês. Além disso, elas também vão ter noções de comportamento no ambiente de trabalho, pois muitas vezes elas têm a parte teórica, mas não têm o aprendizado emocional, então algumas até passam em entrevistas, mas não conseguem manter-se no emprego. Aqui elas vão ter noções desde como elaborar um currículo até a de apresentação pessoal”, afirma Camilla França, instrutora do curso, com formação e experiência em Recursos Humanos.


A macedense Naiara Ferreira, que está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho, afirma que pulou de alegria quando soube que conseguiu a vaga no projeto. “Eu me inscrevi porque é difícil a gente encontrar um curso desse gratuito. Eu vou dar o meu melhor para aprender. A capacitação é muito importante, pois é o que as empresas exigem: um currículo bem completo!”, comentou satisfeita a cursista.


As participantes recebem lanche, fardamento, material pedagógico, além de R$ 6,00 por dia frequentado para o auxílio transporte. Conforme Luiz Souza, presidente da associação promotora do curso, “a SETRE busca dar condições plenas para a participação nas aulas. O Governo da Bahia se prontifica a qualificar pessoas que estão sem emprego, para a inserção no mercado de trabalho, pois essa é a nossa função”.

Nenhum comentário