'Futuro do BaianaSystem no Furdunço precisa ser discutido', afirma Isaac Edington


De acordo com presidente da Saltur, a atração pode não ser mais compatível com a proposta de pré-carnaval do Furdunço; Festa levou cerca de 1,5 milhão para o Circuito Tapajós

['Futuro do BaianaSystem no Furdunço precisa ser discutido', afirma Isaac Edington]
Foto : Marcela Vilar / Metropress
Por Metro1 no dia 24 de Fevereiro de 2020 ⋅
O presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, falou em entrevista à Radio Metrópole sobre o sucesso do Furdunço deste ano. De acordo com o órgão, 1,5 milhão de pessoas estiveram no circuito Orlando Tapajós no último dia 16, o que também gerou críticas em relação ao excesso de público no circuito.
Questionado se teria havido alguma orientação para o BaianaSystem, atração que arregimentou a maior parte do público no pré-carnaval, fazer um show mais "light" no último domingo (23), Isaac desconversou e afirmou que a superlotação se deu exclusivamente pela concentração das atrações no espaço.
"Você não dá recomendação pra artista, você contrata e o artista toca. Não dá para comparar o Furdunço com o dia de ontem vide que naquele dia só tinha aquela atração na cidade. Ontem a gente tinha dez bairros com atrações em Salvador e tivemos 700 mil pessoas nos bairros. Então não dá pra comparar a atração do BaianaSystem dos dois dias", analisou.
Isaac também afirmou que o futuro do BaianaSystem no Furdunço será analisado já que por seu tamanho, a atração pode não ser mais compátivel com a proposta do Furdunço.
"Chega em julho e já começam a me questionar se vai ter BaianaSystem. Em julho eu não tenho ninguém definido. Tenho maior respeito pelo BaianaSystem, pelo público que acompanha, gosto muito do som que a banda faz, agora se ainda cabe ou não no Furdunço é uma coisa que precisamos discutir e reavaliar e vamos deixar isso para uma próxima discussão", disse.

Nenhum comentário