Cachoeira: Moradores fazem guerra de espadas durante a pandemia; Cruz das Almas também registrou guerra


Cachoeira

Moradores de cidade dos interior da Bahia, aproveitaram a véspera de São João, na terça-feira (23), para promover “guerras de espadas” em plena pandemia do novo coronavírus. Pessoas nas ruas, aglomeradas e soltando fogos foi registrada na cidade de Cachoeira, no recôncavo baiano. Na ação, as pessoas utilizam fogos de artifício, artefatos que são variações mais potentes dos tradicionais buscapés, feitos de bambu, pólvora e limalha de ferro. Através das imagens, foi possível ver as pessoas pelas ruas de Cachoeira soltando as espadas. Também houve aglomeração na cidade que possui mais de 30 casos confirmados de covid-19, conforme último boletim da Sesab. A guerra de espadas é tradicional nas cidades do interior da Bahia durante o São João. No entanto, por causa da pandemia, as prefeituras solicitaram que os moradores não soltassem fogos. A prefeitura de Cachoeira, inclusive, publicou um decreto cancelando os festejos juninos e recomendando às pessoas que ficassem em casa. Moradores de Cruz das Almas, outra cidade baiana que tem a guerra de espadas como tradição, também se aglomeram para soltar espadas durante pandemia. Entretanto o caso ocorreu na noite do último domingo (21).

Moradores de cidade dos interior da Bahia, aproveitaram a véspera de São João, na terça-feira (23), para promover “guerras de espadas” em plena pandemia do novo coronavírus. Pessoas nas ruas, aglomeradas e soltando fogos foi registrada na cidade de Cachoeira, no recôncavo baiano. Na ação, as pessoas utilizam fogos de artifício, artefatos que são variações mais potentes dos tradicionais buscapés, feitos de bambu, pólvora e limalha de ferro. Através das imagens, foi possível ver as pessoas pelas ruas de Cachoeira soltando as espadas. Também houve aglomeração na cidade que possui mais de 30 casos confirmados de covid-19, conforme último boletim da Sesab. A guerra de espadas é tradicional nas cidades do interior da Bahia durante o São João. No entanto, por causa da pandemia, as prefeituras solicitaram que os moradores não soltassem fogos. A prefeitura de Cachoeira, inclusive, publicou um decreto cancelando os festejos juninos e recomendando às pessoas que ficassem em casa. Moradores de Cruz das Almas, outra cidade baiana que tem a guerra de espadas como tradição, também se aglomeram para soltar espadas durante pandemia. Entretanto o caso ocorreu na noite do último domingo (21).

Cruz das Almas

Nenhum comentário