Cenário político espera pela definição de João Roma; ministro pode ser candidato ao governo da Bahia em 2022; veja mais

 


O cenário político das eleições de 2022 na Bahia passa por João Roma (Republicanos). Em matéria publicada pelo jornal Estado de São Paulo, destaca que as lideranças políticas do estado aguardam uma definição do ministro da Cidadania sobre a sua candidatura ao Governo do Estado. De acordo com a publicação, ainda há incerteza de como o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) e Roma, irão se comportar: se vão fazer as pazes e caminhar juntos na mesma chapa ou se vão lançar candidaturas distintas. Os dois romperam relações após o deputado federal licenciado ter aceitado o convite de Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir o ministério. A candidatura de Roma é incentivada pelo Palácio do Planalto para garantir um palanque para Bolsonaro no estado, uma vez que Neto descarta fazer este papel, mesmo sem Roma na disputa. Ainda segundo o Estadão, os partidos que compõem o grupo de Neto pretendem aguardar até o final do ano para saber se haverá ou não uma reaproximação entre o ex-prefeito e o ministro, e evitam falar como se posicionariam em um cenário hipotético com as duas candidaturas. Uma eventual entrada de Roma na disputa tem potencial de esvaziar a chapa de Neto para além do Republicanos, partido do ministro. Bahia.BaAgência Brasil