Saj: sobre o governo de Genival, empresário Rodrigo Reis, dono do Laboratório da Cidade desabafa: “bando de malucos, fazendo merda uma atrás da outra”


 O empresário Rodrigo Reis, dono do Laboratório da Cidade, soltou o verbo no dia de ontem (30/09), comentando numa postagem feita pelo empresário “Pequeno” nas redes sociais. Os “prints” da conversa entre os dois foi parar nos grupos de zap da cidade. Pequeno, que é irmão do empresário Ditinho, usou suas redes sociais para exaltar o trabalho da gestão atual e Rodrigo Reis, que foi um dos maiores incentivadores da campanha de Genival, aproveitou para expressar sua opinião também e o clima esquentou muito.

“A verdade é que o gago é a maior decepção de todos os tempos!! Se aquieta Pequeno! Manda ele abrir a praça Rio Branco, obra fantasma! Respeita a população! Para de publicar merda. Incompetência tem nome:Genival Deolinda. Cadê a saúde? Um caos total! Ao invés de tá falando de asfalto convoca vc, seu irmão e Gil do mercadão e dão um jeito na saúde afinal de contas são vcs que mandam!”

E o empresário seguiu:

“Entenda uma coisa!!! Nós demos a cara a tapa e está uma merda!!! Está ruim! Isso é um desabafo verdadeiro. Queríamos mudança é o povo foi enganado. Genival é uma farça”.

O diálogo segue com o empresário Pequeno tentando fazer a defesa da gestão e diz: “estamos aqui para TENTAR manter um governo com 0% de corrupção”. Rodrigo questiona a afirmação se referindo a substituição da empresa de transporte e tb a reforma da praça do Rio Branco: “Que zero corrupção? Uma empresa de ônibus contratada na tora para beneficiar algumas pessoas??? Você tá morando em Saj ainda??? Romastur é uma farça, uma pilantragem que beneficia algumas pessoas. Zero corrupção era não mexer na praça velha sem necessidade alguma. Isso tem que acabar!!! Essa falta de vergonha na cara tem que parar”. 

O dono do Laboratório da Cidade também questiona a vinda do Atakarejo e diz que não veio porque “fulano não quis”.  “Cadê o Atakarejo? Quantos empregos seriam gerados? Porque fulano não quis, não veio. Pare de ser hipócrita!”

O diálogo segue com Pequeno argumentando que Genival tem passado o poder para os secretários. Nesse momento Rodrigo questiona: “Genival é o prefeito Pequeno? Quando ele tomou posse? Você acha certo um empresário anunciar um concurso?” E esclarece: “Aliás, o empresário foi seu irmão mesmo, que é isso? Quem é o prefeito? É Genival ou não? Temos 10 meses de gestão e nada! Nada e nada! Votei no 45 mas não sei quem é não (questionando quem é o prefeito)”.

E Rodrigo pede: “Respeite a população que elegeu Genival prefeito. Você devia se calar diante do caos que a cidade está.  Cala a boca ‘cara..’! Genival Deolinda é uma decepção!”

Rodrigo segue afirmando que a resposta vem nas eleições e sugere: “Pede a Genival pra cuidar do povo! Foi pra isso que votamos nele. Se respeita!”

E o empresário segue pedindo a Pequeno que respeite quem apoiou e acreditou no projeto: “Respeite as pessoas que acreditaram num projeto sério como eu “...”É revoltante e dá nojo essa gestão medíocre”.

Pequeno argumenta que a saúde é um caso isolado e tenta justificar dizendo que foi Leonel quem indicou os cargos. Ao que Rodrigo retruca que: “A gestão é um problema e não apenas Leonel. Genival não é firme, não manda. A feira tá lá jogada.”

Nesse momento do diálogo, vem à tona o que outras pessoas do próprio grupo tem afirmado: “A prefeitura não manda nada. Quem manda é um deputado Estadual que pouco vem na cidade.” (se referindo a Alan Sanches). E desafia: “Vamos vê a votação dele. Você acha que agora vamos nos reunir para ele como nos reunimos para Genival? Vai vê seu deputado tomar uma paulada nas costas” e arremata mais adiante: “Deputado da casa do cara...mandando em tudo? O que é isso? 

Nesse ponto da conversa, que tá divulgada nas redes sociais, Pequeno revela que não vai votar no deputado do grupo (Alan Sanches): “Te digo hoje que não voto no deputado do grupo”. 

Em um último argumento, Pequeno diz que Genival dá autonomia aos secretários e Rodrigo rebate: “Autonomia? Solta o volante do teu carro pra vê se tu não despenca da ribanceira. Autonomia se dá a quem sabe utilizar não a esse bando de malucos fazendo merda uma atrás da outra!!!”

E Rodrigo Reis conclui: “Mas fica tranquilo Pequeno já já tiramos esse gago daquela cadeira. O tempo passa rápido e como dizem: O FUTURO É LOGO ALI.”

Veja abaixo os prints dos comentários