A Dra. Graça Avelane foi homenageada pela Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus, capital do Recôncavo. Devido a compromissos profissionais a Dra. Júlia esteve presente no evento para receber o prêmio.

 Dra. Júlia faz discurso de alerta no combate ao diabetes durante homenagem à Dra. Graça Avelane em SAJ

 


 Na ocasião, a profissional da área de saúde falou da importância do diagnóstico precoce no sentido de evitar as graves sequelas causadas pelo diabetes.




 “Quero fazer um agradecimento especial a todos os vereadores desta casa legislativa e ao cidadão Cristiano Sena é uma honra e uma emoção de verdade muito grande estar representando a Dra. Graça Velares que neste momento não pode estar aqui, porque está em atividade na área neste momento está em atividade na área de diabetes em outro estado, me pediu para não deixar esse vazio tendo em vista o carinho que ela tem por essa cidade e a devoção pelo cargo que há mais de cinco anos a causa do diabetes aqui em Santo Antônio de Jesus, prestando serviços com um amor que lhe é peculiar na identidade de missão que ela encontrou em SAJ, um solo fértil para tratar, diagnosticar, capacita, mobilizar, rastrear os diabetes dessa cidade, para que eles não desenvolvam as temidas complicações crônicas, entre elas o infarto silencioso, entre elas a insuficiência renal crônica, entre elas não ampliar a massa de pessoas cegas por falta de um diagnóstico precoce de diabetes e as amputações ainda jovem e com isso prejudicando a qualidade e a produtividade da vida jovem ainda por conta das diabetes”, destacou.


 

Na oportunidade, a Dra. Júlia agradeceu o apoio da casa legislativa que deu apoio irrestrito à campanha do Novembro Azul.  Destaque também para o excelente trabalho realizado pelo Instituto de Diabetes de Santo Antônio de Jesus, para reduzir consideravelmente as complicações.

 

Ainda no seu discurso, a Dra. Júlia fez um alerta para os pacientes que têm diabetes.

 

“Investir no auto cuidado, no tratamento precoce, no rastreamento é muito importante, mas se o paciente não mudar suas habilidades e ser treinado para cuidar bem  da sua patologia, a receita e o planejamento familiar vão embora”, alertou. Por fim, ele pediu o apoio dos vereadores que não deixem faltar os insumos para o tratamento dessa doença silenciosa que é o diabetes.