SAJ: Advogado diz que Justiça julgou improcedente ação da compra de votos nas eleições de 2020 pela chapa de Genival Deolino e Luiz Cláudio; saiba mais

 


Dr. Ademir Ismerim, advogado que defende a chapa do prefeito Genival Deolino (PSDB) e do vice Luiz Cláudio, eleitos na eleição de 2020, falou sobre uma ação eleitoral da chapa ‘A Força do Trabalho’ do ex-prefeito Rogério Andrade (PSD) que judiciou no início de 2021, uma ação na Justiça Eleitoral contra seu adversário que ganhou as eleições, alegando abuso de poder econômico em Santo Antônio de Jesus. O advogado afirmou em entrevista à Rádio Andaiá, que o ato foi julgado como improcedente. “A coligação adversária entrou com uma ação alegando que todas as pessoas que tiravam fotos, estariam vendendo voto. Questionaram o resultado da eleição sob o argumento da compra de votos. Foi apresentada a defesa, que afirmou que não houve nada disso, que não houve prova e que ninguém recebeu bilhete ou dinheiro, sendo testemunhado por outros, em que pese a coligação derrotada por ter insistido nessa tese. Ficou provado através da defesa, de que esses fatos não ocorreram”, disse. Ainda de acordo com o advogado, há outra ação tramitando na justiça. “O objetivo era caçar o mandado de Genival e Careca e fazer outra eleição suplementar. O parecer do Ministério Público foi no sentido de inacolher as alegações dos autores e na mesma linha encaminhou ao juiz eleitoral. Hoje, saiu a sentença em relação ao processo. Além disto, ainda tem outra ação tramitando, que alega que foram capitados recursos sem passar pelas contas da campanha”, pontuou.  materia iinfosaj