Cenário de indefinições do PT para as eleições ao governo baiano fortalece ACM Neto, diz Bruno Reis: ‘Causa prejuízos no campo contrário’

 O prefeito Bruno Reis comentou que a indefinição do PT para as eleições ao governo da Bahia favorece a pré-candidatura de ACM Neto (União Brasil). “Não tenha dúvidas que incertezas e indefinições, em uma altura desta do campeonato, por mais que não queira dar pitaco no time do adversário, por mais que não nos caiba isso, mas não posso deixar de fazer essa constatação que ela é nítida, de que isso causa prejuízos no campo contrário”, afirmou.

“Que solução terá, quem será e quando será, após isso, a gente pode comentar, mas é uma constatação que eu não posso deixar de afirmar nesta manhã, que esse cenário de indefinições deles favorece muito a pré-candidatura de ACM Neto”, concluiu. O PT ainda não tinha definido se teria candidato próprio ao governo da Bahia ou se apoiaria um nome da base do governo.

Na manhã de ontem, o senador Jaques Wagner (PT) afirmou, em entrevista a Rádio Metrópole, que Rui Costa abriu mão da candidatura ao Senado e o nome que vai para o pleito ao governo será do próprio PT, descartando a possibilidade do também senador Otto Alencar (PSD) de ser o candidato a enfrentar o atual líder nas pesquisas, ACM Neto.

Conforme antecipado pela reportagem do BNews, os nomes ventilados são do secretário de educação Jerônimo Rodrigues, Luiz Caetano e Moema Gramacho, atual prefeita de Lauro de Freitas. O senador afirmou que até o final da semana o nome será anunciado. Ele terá conversas com o ex-presidente Lula (PT), que retorna do México. Joilson Césa