O presiente Jair Bolsonaro voltou atacar e diz que Petrobras vai perder mais R$ 30 bilhões na segunda com CPI; confira


 O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar a Petrobras e afirmou neste sábado (18) que o valor de mercado da companhia deve cair mais R$ 30 bilhões em razão da articulação, comandada por ele, para a abertura de CPI sobre a estatal.

O presidente participou de um culto evangélico em Manaus (AM) e em seu discurso responsabilizou sócios minoritários pela queda de valor da empresa.

Na última sexta-feira (17), a estatal perdeu R$ 27,3 bilhões de valor de mercado, segundo a plataforma de dados financeiros Economática, em razão da reação do governo ao novo reajuste dos combustíveis.

“Grande parte dos minoritários [são] empresas de fundo de pensão dos Estados Unidos que ganham em média R$ 6 bilhões por mês. Dinheiro de vocês que botam combustível nos carros. A Petrobras perdeu R$ 30 bilhões. Acredito que, na segunda-feira (18), com a CPI, vai perder outros 30”, disse Bolsonaro.

“Eles não pensam no Brasil. Virou Petrobras futebol clube para seu presidente, diretores, conselheiros e dito minoritários.”

A reação do governo sobre a estatal foi um dos componentes de um discurso de mais de uma hora para fiéis do Ministério Ressurreição que participavam do Ato de Unção Apostólica na capital do Amazonas.

“Vamos para cima da Petrobras”, disse Bolsonaro, para aplauso dos fiéis presentes.

Segundo a Folha de São Paulo, a União tem 28,67% das ações da Petrobras, mas controla a companhia por deter 50,3% das ações com direito a voto. Excluindo a participação do BNDES, de 7,94%, os 63,39% restantes pertencem aos chamados minoritários.

Em abril de 2022, a empresa tinha 718.185 acionistas pessoa física, 5.931 pessoas jurídicas e 2.949 investidores institucionais, segundo formulário de referência arquivado na CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Metro1Foto: Alan Santos / PR