‘Esse presidente não é coisa de Deus’, diz Jerônimo sobre Bolsonaro na pandemia. Quase 700 mil vidas ceifadas, ” Ele não lê a mesma bíblia que a nossa”

 


O pré-candidato ao governo da Bahia Jerônimo Rodrigues relembrou as atitudes adotadas pelo presidente Jair Bolsonaro desde o inicio da pandemia da Covid-19 no Brasil e afirmou que “ele não é de Deus”, já que, segundo Jerônimo, as medidas adotadas pelo presidente não são atitudes de quem lê a bíblia.

“Ele [Bolsonaro] não comprou vacina na pandemia e não deixou os govenadores comprarem. Ele não foi capaz de se quer fazer um gesto de solidariedade com as famílias brasileiras. Já estamos perto de chegar a 700 mil vidas ceifadas pela pandemia. Era para o Brasil ter em seu líder maior, o Presidente da República, o respeito a essa bandeira [do Brasil], o carinho ao povo brasileiro. Ter o respeito e ao menos fazer um gesto de dizer que estar sentido, porque o Brasil ainda estar de luto. Não sei que bíblia ele lê, mas não é a nossa. Esse presidente não é coisa de Deus”, disse Jerônimo durante plenária do Programa de Governo Participativo (PGP) em Feira de Santana, nesta sexta-feira (22).

Ainda em seu discurso, o petista segurou a bandeira do Brasil e disse que “essa bandeira é nossa, ninguém vai tomar. Ninguém se ouse a tomar essa bandeira. Essa bandeira não pode ser usada para ferir a democracia. Essa bandeira não pode e não vai ser usada de uma forma irresponsável”.Imagem: Youtube