Imbassahy defende reforma da previdência iniciada por Temer: ‘Ganho Processual’


"Já tá pronto para ser votado”, afirmou, acrescentando que alguma modificações devem ser feitas pelo ministro da Economia Paulo Guedes, para que o projeto se adeque aos ideais do novo governo.

[Imbassahy defende reforma da previdência iniciada por Temer: ‘Ganho Processual’]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil
Por Clara Rellstab no dia 14 de Janeiro de 2019
O deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB), que não conseguiu ser reeleito, assumiu há pouco o cargo de secretário especial e chefe do escritório de representação do Estado de São Paulo, em Brasília, a convite do governador eleito João Doria (PSDB).
Em entrevista à Rádio Metrópole, o tucano, que foi ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer (MDB), disse acreditar que a equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro (PSL) deve dar continuidade ao projeto de reforma da previdência já iniciado pelo emedebista.
“Se você aprova o projeto do ex-presidente, tem um ganho processual muito grande. Já tá pronto para ser votado”, afirmou, acrescentando que alguma modificações devem ser feitas pelo ministro da Economia Paulo Guedes, para que o projeto se adeque aos ideais do novo governo.
A aprovação no Congresso, diz ele, “não será tarefa fácil”, uma vez que precisa de 308 e votos para ser levado adiante. Em contraponto, o secretário acredita que já haja “a consciência crítica” da população acerca da necessidade da mudança no item em questão. 

Nenhum comentário